Será que vale a pena investir em uma franquia de alimentação?

Será que vale a pena investir em uma franquia de alimentação?

Abrir a própria empresa é algo que já passou pela cabeça de muitos brasileiros – mais precisamente, 82% deles, de acordo com a pesquisa da Amway Global Entrepreneurship Report A pesquisa reflete o desejo de ter mais liberdade e autonomia no dia a dia, de ser responsável pelas próprias decisões e de não ter que responder a ninguém além de si mesmo e do próprio cliente. Parece ótimo, certo? No entanto, entre querer abrir uma empresa e de fato colocar o plano em prática há longo percurso e importantes decisões a serem feitas. É preciso encontrar um nicho de mercado que esteja em alta (e com tendência de se manter assim), fazer um bom plano de negócios, pensar em um nome, descobrir se há demanda de público, escolher uma sede, fazer um cuidadoso planejamento financeiro, contratar pessoas, criar estratégias de marketing e vendas, definir metas. A lista não para por aí e muita gente desiste antes mesmo de chegar ao final dela. Não é por menos que, na mesma pesquisa já citada, constatou-se que dentre os que dizem que querem empreender, apenas 33% seguem com os planos e abrem seu próprio negócio. No entanto, existem caminhos que facilitam esse processo e permitem que a jornada do empreendedorismo seja mais suave. Um deles é a abertura de franquias, um modelo de negócios em que o franqueado adquire a forma de operação, o direito de uso da marca e a distribuição de produtos ou serviços de outra empresa bem-sucedida no mercado. Em outras palavras, uma franquia nada mais é do que uma forma de reproduzir um negócio que já deu certo para ajudá-lo a expandir e alcançar mais pessoas. As vantagens para quem investe em franquias são muitas, como a possibilidade de abrir um empreendimento que já conta com uma marca forte e, com ela, inserir-se rapidamente no mercado. Além disso, é possível já começar a empreender a partir de um modelo de negócios estruturado, ter treinamento e apoio para manter a estrutura e a qualidade, a possibilidade de ratear investimentos em ações de marketing e de ter apoio para expansão dos negócios. Apesar de as franquias se mostrarem como uma forma de empreender que apresenta mais segurança, é importante analisar o mercado e as projeções de crescimento do segmento em que se pretende investir antes de seguir por este caminho. Uma franquia pode trazer retornos mais rápidos do que começar uma empresa do zero – contanto que o segmento de atuação tenha força e projeções favoráveis. Um dos segmentos de mercado que se destaca com bons números de crescimento é o de alimentação saudável. De acordo com a Euromonitor International, R$92,5 bilhões foram movimentados pelo setor em 2017 no Brasil, e previsão de crescimento anual até 2022 é de, em média, 3%. Para dar a dimensão do valor do segmento, vale notar também que, de acordo com o Sebrae, houve um crescimento de 98% no mercado de alimentação ligado à saúde e ao bem-estar entre 2009 a 2014.

Fonte: G1

Próximo postRead more articles

Deixe uma resposta