You are currently viewing Franquia de construção civil: 5 vantagens em investir no setor

Franquia de construção civil: 5 vantagens em investir no setor

Especialista explica a diferença em atuar com franquia e começar um negócio do zero

A construção civil é um importante mercado para a economia brasileira, contribuindo para a geração de emprego, renda, fortalecimento da economia e desenvolvimento social do país. Para se ter uma ideia, o Produto Interno Bruto (PIB) da construção fechou 2021 com 9,7% de crescimento, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), contribuindo para o crescimento geral do PIB brasileiro – que foi de 4,6% – e para a retomada econômica do país.

No franchising não tem sido diferente, o segmento de Casa e Construção faturou nos últimos 12 meses (do terceiro trimestre de 2021 ao segundo trimestre de 2022) mais de R$ 15,6 bilhões, registrando um crescimento de 10,5%, de acordo com pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF).

“O segmento de construção civil sempre foi um mercado seguro e um dos que melhor resistem às crises. Nos últimos anos, o setor enfrentou pandemia de covid-19, escassez de matéria-prima e aumento dos custos de materiais e mesmo assim obteve o maior crescimento da década”, disse o engenheiro Paulo Chueire, diretor da franquia de construtora JMCHUEIRE

Entre as principais vantagens em investir no setor de franchising e construção civil, estão:

1. Começar um negócio estruturado

Um dos maiores desafios do empreendedorismo é iniciar um negócio do zero. Ao adquirir uma franquia, o franqueado poderá utilizar a marca, a reputação e todo o conhecimento que trouxe aquela empresa até o patamar que está hoje.

“Um dos maiores benefícios da franquia é que o modelo de negócio já foi testado pelo franqueador antes, assim ele já sabe o que dá certo naquele segmento, quais caminhos percorrer e que erros evitar”, explicou Paulo. 

2. Treinamento e suporte

Ao investir no franchising, o franqueado deve receber um treinamento inicial que o ajudará a implantar e operar o negócio. Além disso, ele deve ter respaldo da franqueadora durante toda a sua jornada na empresa, por meio de suporte, orientações, treinamento extra e acompanhamento da matriz.

3. Economia de escala

Por fazer parte de uma rede, o franqueado pode contar com uma série de benefícios, como descontos na compra de materiais, garantias estendidas e maior orçamento para ações de marketing. Isso acontece porque o negócio passa a contar com um grupo de franqueados que compram em escala, ajudando a reduzir preços de máquinas, equipamentos e insumos, além de maior fundo em propaganda.

4. Menor chance de falência

Segundo a ABF, a taxa de mortalidade das franquias em dez anos é de 15%, já negócios independentes o índice é de 75%, sendo um investimento com 5x mais chance de dar certo.

“Como qualquer negócio, existe um risco ao empreender com franquias de construção, mas se o franqueado seguir todas as diretrizes da franqueadora, a chance de dar certo é muito maior do que um negócio que surge do zero”, falou o engenheiro.

5. Negócio padronizado

As franquias já possuem um modo de operação definido, dessa forma, toda a parte de atuação, contratação e execução já foi desenvolvido e consolidado, assim o franqueado já inicia um negócio padronizado e com a aprovação dos clientes, que já validaram aquela forma de trabalho.

Essa padronização é ainda mais importante no segmento de construção civil, em que a qualidade, a segurança e a eficiência são um dos itens considerados mais importantes no momento de construir um imóvel.

“Independente do modelo de negócio escolhido, o empreendedor sempre vai encontrar desafios em sua caminhada, mas esse processo pode ser mais leve ao ingressar em uma franquia, é como se ele estivesse pulando diversas etapas que o ajudarão a ter um negócio consolidado”, finalizou Paulo Chueire, da franquia diretor da JMChueira.