You are currently viewing Quais setores de franquia faturam mais?

Quais setores de franquia faturam mais?

Apesar das incertezas causadas pelo momento econômico vivenciado no Brasil, as redes de franquias estão apresentando crescimento de aproximadamente 9% em relação ao ano de 2021. Por isso que hoje, nós vamos indicar quais os setores de franquias que faturam mais.

As franquias estão se reinventando

De acordo com a ABF (Associação Brasileira de Franquias), o setor de franquias está passando por momentos de transição para os modelos híbridos de negócio, onde as vendas no e-commerce estão em alta. As franquias estão apostando em modelos de lojas físicas, aliadas ao modelo virtual ou delivery, com a intenção de aumentar a lucratividade.

Os empreendedores passaram a avaliar que não precisam somente de um ponto físico para realizar as suas vendas. A intenção é atingir os consumidores através do modo online para converter em vendas para a franquia.

Esta reinvenção das franquias foi motivada por dois fatores principais: a facilidade de se comprar produtos utilizando as plataformas digitais e a necessidade de compra que estava reprimida nos consumidores. Surgiram aí, as novas maneiras de se realizar as vendas.

O crescimento do setor de franquias

De acordo com a ABF, neste ano, houve um crescimento de 2.771 em operações, o que totalizou 173.770 unidades abertas somente em 2022.

Este fato se deve às adequações das operações e a troca de fornecedores que foram necessários para se adequar às novas questões econômicas de inflação e alta da taxa de juros do mercado. Claro, tomando o cuidado de não repassar a totalidade das altas da inflação diretamente para os preços aos consumidores.

Mas, as franquias estão ainda buscando maneiras de diluir os impactos, revisando processos, substituindo e/ou renegociando com os fornecedores e ganhando em eficiência.

Setores de franquias em crescimento no Basil em 2022 com faturamento melhor

De acordo com a ABF, houve crescimento em todos os setores de franquias, mas os que mais aumentaram o seu faturamento foram:

Moda – Aumento de 13,5%

Após um bom tempo sem sair de casa, as pessoas passaram a frequentar lugares públicos, retomar o trabalho, ir a eventos presenciais e estar em shoppings centers. Assim, passaram a consumir mais roupas, calçados e acessórios de moda.

Além disso, houve um crescimento muito grande do e-commerce, que potencializou as vendas, e possibilitou que as vendas continuassem a crescer.

Saúde, Beleza e Bem-Estar – Aumento de 13,4%

A um bom tempo já ocorre a busca pela saúde, beleza e bem-estar aliado à qualidade de vida nas pessoas. Dessa forma, o setor está em ascensão e continuará crescendo, tendo em vista a necessidade que as pessoas têm de buscar aumentar a sua qualidade de vida.

Entre os segmentos que mais cresceram no setor de saúde, tem-se as clínicas de atendimentos de pequena complexidade, para realizar exames e consultas com profissionais especializados, além dos serviços de cuidadores e medicamentos naturais.

No setor de beleza, sempre houve a preocupação das pessoas em tratamentos específicos para ficar mais bonita. É a busca pela essência da juventude. Já no setor de bem-estar é perceptível o crescimento de segmentos como cuidados com o corpo e a mente.

Casa e Construção – Aumento de 9,3%

Este setor sempre esteve em alta, uma vez que as pessoas sempre procuram melhorar as condições em que vivem em suas casas. O segmento de reformas e construções é o que teve maior desenvolvimento, uma vez que a qualidade de vida tão buscada pelas pessoas, perpassa pelo ambiente da casa.

Foodservice – Aumento de 9,1%

O serviço delivery veio para ficar. Muitas pessoas preferem economizar tempo fazendo pedidos de lanches rápidos para realizar as suas refeições e, assim, conseguir produzir mais. Outro fator que fez com que o setor cresça é a distância entre a casa e o trabalho das pessoas, o que não possibilita ir até em casa para realizar as suas refeições.

Alimentação – Comércio e Distribuição – Aumento de 7%

O setor de alimentação, seja no comércio ou distribuição, cresceu tendo em vista a necessidade das pessoas em procurar por alimentos prontos e rápidos de serem feitos. Muitas vezes, a alimentação feita fora de casa, possui custo menor, e pode ser de maior qualidade.

Por fim, ao chegar em casa cansado, as pessoas acabam apostando em comidas mais rápidas e quase sem valor nutricional. Assim, o setor de alimentação pode atender essa demanda de forma eficiente.

Viu só como pode ser muito interessante saber quais são os setores de franquia que tendem a faturar mais? Isso pode ser fundamental na hora de abrir o seu próprio negócio e ir em direção ao sucesso do seu empreendimento! Boa sorte!