You are currently viewing Mercado de franquias cresce 18,7% no 3º trimestre e faturamento supera R$ 56 bilhões

Mercado de franquias cresce 18,7% no 3º trimestre e faturamento supera R$ 56 bilhões

2022 tem sido um ótimo ano para entrar investir em franquias no Brasil. O mercado de franquias registrou um crescimento acelerado no terceiro trimestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2021. Com um faturamento 18,7% maior, o setor demonstra que a pandemia está ficando para trás. No ano, o crescimento da receita já é de 15%, o maior da série histórica.

Este é um dos dados divulgados nesta quarta-feira, 23, na Pesquisa Trimestral de Desempenho do setor realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). Segundo o estudo, feito em parceria com a BR Insights, o faturamento do setor saltou de R$ 47,385 bilhões para R$ 56,256 bilhões no período.

No quarto trimestre do ano passado, o faturamento era de R$ 182,381 bilhões. Até o terceiro trimestre deste ano, o faturamento é de R$ 204,351 bilhões em 2022.

Em relação à abertura de operações, o índice ficou em 5,6% de julho a setembro. O fechamento registrado nestes meses foi de 1,8%, com saldo positivo de 3,8%. Já o repasse de unidades se manteve estável, com 1,0%.

“A retomada da atividade econômica com o retorno mais consistente dos consumidores às compras foi essencial nesse terceiro trimestre e é muito salutar que o setor de franquias tenha registrado um ganho real ao observarmos a inflação. Contudo, o franchising se valeu muito nesse período dos seus pilares, baseados em marcas fortes, de referência para os consumidores e nas quais eles depositam sua confiança; nos ganhos de eficiência, de escala, nas negociações com fornecedores, por exemplo. Constatamos que o setor de franquias aprendeu muito na pandemia e estamos vendo os resultados de modo mais evidente agora”, diz André Friedheim, presidente da ABF.

“Com exceção de Serviços Automotivos, todos os segmentos apresentaram desempenho positivo, tanto os segmentos com histórico mais afetado e ainda em recuperação, como Hotelaria e Turismo, quanto aqueles com histórico positivo, que mantiveram uma trajetória positiva mesmo que em grau menor. Cabe ressaltar também que, de forma geral, as marcas continuaram a buscar maximizar as vantagens do trabalho em rede, a sinergia com os franqueados, a gestão eficiente, entre outros fatores, isso aliado ao cenário econômico mais positivo”, diz Friedheim.

Hotelaria e Turismo
A exemplo do terceiro trimestre de 2021, o segmento de Hotelaria e Turismo apresentou o maior crescimento nestes mesmos meses de 2022, com um crescimento de 53,8% em receita frente ao terceiro trimestre do ano passado. O segmento foi beneficiado especialmente pela forte retomada das viagens e dos grandes eventos presenciais em relação ao mesmo período do ano anterior, cujo cenário ainda sofria grandes reflexos das políticas de isolamento.

Alimentação – Food Service
Alimentação – Food Service registrou o segundo melhor desempenho, tendo uma alta de 31,0% no período. Fatores como o reaquecimento do setor de serviços, exemplificado pela busca das pessoas por alimentação fora do lar, e a manutenção da demanda pelo delivery contribuíram para esse crescimento.

Saúde, Beleza e Bem-Estar
Em terceiro lugar, Saúde, Beleza e Bem-Estar, cuja receita cresceu 27,8% no intervalo pesquisado, manteve bom resultado. O segmento continuou sendo favorecido pela considerável demanda por seus serviços e produtos.

Educação
A seguir se destacou o segmento de Educação, com o quarto melhor desempenho, com um crescimento de 22,9%. Um dos mais tradicionais e consolidados do setor de franquias, Educação retomou um movimento de alta graças à melhora do cenário econômico e ao arrefecimento da pandemia, externamente, e internamente, a fatores como a intensa digitalização das redes e seus ganhos de eficiência e o período de matrículas para o segundo semestre (julho e agosto).

Entretenimento e Lazer
Em quinto lugar ficou Entretenimento e Lazer, com alta de 17,3%, beneficiado principalmente pela retomada das suas atividades com o fim das medidas de isolamento social.

Deixe um comentário